Fernanda Cristina Nunes de Souza agia junto com seu marido e outra mulher

selo

A Polícia Civil deteve nesta sexta-feira uma mulher que se passava por advogada e aplicava golpes em São Paulo. Fernanda Cristina Nunes de Souza, de 35 anos, agia junto com seu marido e outra mulher. Eles abordavam vítimas que tinham problemas financeiros e alegavam conseguir solucionar qualquer problema de dívida, inclusive fazer revisão contratos. 

A golpista portava um registro falso da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), uma vez que havia uma advogada registrada no órgão com nome idêntico ao seu. Ela cobrava altos valores de honorários pelos serviços, que não eram realizados, e conseguia convencer as vítimas a entregarem cheques em branco e dados pessoais. 

Os policiais conseguiram rastrear a conta bancária na qual eram feitos os depósitos. O titular era o segurança Robson Tadeu de Santana Militão, de 34 anos, marido de Fernanda. Os dois foram encontrados na rua Bernardino de Lima, na Vila Formosa, zona leste de São Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.