Amigos de agredidos se mobilizam nas redes sociais. Evento será no local da agressão com velas durante 30 minutos

selo

Um ato será realizado na noite deste sábado, na esquina das ruas Bela Cintra e Fernando de Albuquerque, na região da Avenida Paulista, contra a agressão ao casal gay J.P. e Marcos Paulo Villa. No local, eles foram agredidos com socos e pontapés no último sábado (1) por dois homens que os seguiram desde o Sonique Bar, na Rua Bela Cintra, de onde eles haviam saído.

Leia também: Casal gay é agredido na região da avenida Paulista

O ato está sendo organizado nas redes sociais, no Facebook, por um amigo do casal. Até a manhã deste sábado, 2.857 pessoas já haviam confirmado presença no evento "Todo mundo gay no Facebook". Os protestantes devem se reunir por volta das 23h30 com uma vela na mão. A proposta é ficar no local por meia hora.

No convite, o organizador diz: "quem é nosso amigo no Facebook ou no Twitter, já sacou que estamos loucos com essa agressão que rolou no sábado na porta do Mestiço, onde eu, você e todo mundo já jantou ou passou alguma vez na vida", e continua, "as pessoas têm que saber que a gente não acha isso normal". 

Durante a semana, J.P., que teve uma fratura na perna, voltou a ser internado no Hospital Nossa Senhora de Lourdes, localizado no Jabaquara, zona sul de São Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.