Gay agredido na avenida Paulista volta a ser internado

Casal alega ter sido agredido com socos e pontapés por dois homens em São paulo, no último sábado

AE |

selo

O supervisor financeiro J.P., de 30 anos, que foi agredido na região da avenida Paulista no último sábado , voltou a ser internado nesta semana. Segundo o Hospital Nossa Senhora de Lourdes, localizado no Jabaquara, zona sul de São Paulo, ele está em um apartamento. Não há informações sobre o seu quadro de saúde.

Leia também: São Paulo lidera denúncias de agressão contra gays

Ele e seu companheiro, o analista fiscal Marcos Paulo Villa, de 32 anos, alegam terem sido agredidos com socos e pontapés por dois homens que os seguiram desde o Sonique Bar, na Rua Bela Cintra, de onde eles haviam saído.

O caso aconteceu em frente ao restaurante Mestiço, na Rua Fernando de Albuquerque. J.P. teve a perna direita fraturada em dois pontos. A agressão está sendo investigada pela Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi).

    Leia tudo sobre: gayshomossexuaisagressão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG