Funcionários da Fundação Casa anunciam greve em SP

Nesta segunda-feira, internos fizeram funcionários e professores reféns em unidade de Campinas

iG São Paulo |

Os funcionários da Fundação Casa de São Paulo (ex-Febem), que estão em estado de greve desde o último dia 8, decidiram em assembleia nesta segunda-feira paralisar as atividades a partir das 7h da próxima sexta-feira. 

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Entidades de Assistência e Educação à Criança ao Adolescente e à Família do Estado de São Paulo (Sitraemfa), a decisão pela greve foi tomada devido ao "descaso" da Fundação em relação a data base da categoria, a segurança no local de trabalho e a questão do reajuste salarial. A pauta de reivindicações da categoria reúne mais 82 itens.

Reféns em Campinas

Seis funcionários que eram feitos reféns por internos da Fundação Casa , na unidade do bairro de São Martin, em Campinas, a cerca de 90 km de São Paulo, foram liberados por volta das 11h desta segunda-feira. Eles estavam em poder dos menores desde o início da manhã, quando um tumulto foi iniciado logo após o café-da-manhã.

De acordo com a assessoria da instituição, os funcionários e professores que estavam impedidos de deixar o local foram liberados e todos os internos estão recolhidos às celas. A Fundação abriu uma sindicância para investigar os motivos do tumulto.

Durante o tumulto, a Polícia Militar fez um cerco ao prédio para evitar possíveis fugas. Cinquenta e um menores estão internados nesta unidade que possui capacidade de abrigar 56 jovens.

A assessoria da instituição afirmou que a visitação do fim de semana ocorreu sem problemas e nenhum outro incidente foi registrado.

    Leia tudo sobre: Fundação Casagreve

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG