Funcionária é morta a tiros em supermercado em São Paulo

Polícia acredita que ela tenha sido assassinada por causa de uma discussão envolvendo ciúmes

AE |

selo

Uma caixa de supermercado de 25 anos foi assassinada a tiros no início da noite de domingo, no Jardim Leopoldina, em Carapicuíba, região metropolitana de São Paulo. Cícero José da Silva, 33 anos, é o principal suspeito e foi indiciado, mas está foragido. Segundo a Polícia Civil, ele chegou ao estabelecimento comercial da Rua Serra da Canastra por volta das 19h30, atirou em Taís Favil Moreira dos Santos e fugiu em seguida.

A polícia acredita que ela tenha sido morta por causa de uma discussão envolvendo ciúmes. Algumas horas antes, segundo testemunhas, a vítima havia discutido com a namorada de Cícero. Taís foi levada ao pronto-socorro de Carapicuíba, mas não resistiu aos ferimentos. O crime foi registrado no 1º Distrito Policial da cidade, pelo delegado Eliseu Quirino Ribeiro.

    Leia tudo sobre: assassinatomorteciúmespolícia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG