Fiscalização de desrespeito ao pedestre é ampliada para toda a cidade de São Paulo

Motorista que não der preferência será multado em até R$ 191,53. Corredores de ônibus e centros comerciais serão priorizados, diz CET

iG São Paulo |

A fiscalização do Programa de Proteção ao Pedestre da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) foi ampliada para toda a cidade de São Paulo, a partir desta segunda-feira. As multas, que desde o dia 8 de agosto se restringiam aos motoristas do centro e da região da Avenida Paulista , podem chegar até R$ 191,53. Os cerca de 2,4 mil agentes de trânsito irão priorizar os centros comerciais de bairros e os corredores de ônibus, além da região central e da Avenida Paulista. Segundo a CET, um estudo com os resultados da campanha apontou o aumento de 10% para 25% na quantidade de motoristas que respeitam o pedestre nas travessias. O levantamento foi feito entre os meses de julho e agosto passado. 

As infrações não são novidade e constam no Código de Trânsito Brasileiro. Os motoristas serão autuados com base nos cinco enquadramentos que envolvem os pedestes (veja infográfico abaixo) - não dar a vez aos pedestres sobre a faixa, não esperar a conclusão da travessia, não dar preferência em vias tranversais, não sinalizar manobra e parar o veículo sobre a faixa.

Ainda segundo o órgão de trânsito, do segundo semestre de 2010 até o final de agosto de 2011, 11 mil faixas na cidade já foram pintadas e revitalizadas. Ao todo, a cidade conta com 1,2 mil faixas afixadas nas ruas com orientações para os motoristas no respeito ao pedestre. Nas esquinas com grande fluxo no período de travessia, a CET colocou faixas com orientações para o próprio pedestre com os seguintes dizeres: "Pedestre garanta seu Direito: estenda a mão para iniciar a Travessia na faixa", "Espere o sinal verde para atravessar", "Use sempre a faixa para atravessar a via".

Leia também: iG vai às ruas de São Paulo para avaliar respeito no trânsito

Também será ampliada a atuação dos orientadores de travessia nas faixas de pedestres. Segundo a CET, a partir desta segunda, há 633 orientadores na rua e três equipes de mímicos, que serão deslocados para atuar diariamente no trabalho de conscientização nos principais corredores da cidade, estações de Metrô e corredores de ônibus. Até o final da próxima semana, outros 136 profissionais serão integrados ao grupo. Eles irão trabalhar no período da tarde nos corredores de ônibus.

Segundo balanço divulgado pela CET, realizado entre os dias 8 de agosto e 3 de setembro, 8.463 motoristas foram autuados em enquadramentos relacionados ao respeito ao pedestre. Entre os multados, estão: 2.625 motoristas que deixaram de utilizar a seta e não sinalizaram uma mudança de direção; 1.924 deixaram de dar preferência na faixa de pedestre; 1.918 não deram preferência em vias transversais; 1.521 veículos avançaram o sinal vermelho; 385 não esperaram a conclusão da travessia e 270 pararam sobre a faixa de pedestres.

Quando a fiscalização intensiva completou um mês, o iG foi às ruas e flagrou cenas de respeito e desrespeito ao pedestre na regiões leste, centro e sul da capital. Veja o vídeo:

Saiba quais são as infrações nas faixas de travessia:

*com reportagem de Carolina Garcia, iG São Paulo

    Leia tudo sobre: programa tavessia seguracetpedestresinfográfico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG