Falta de combustível também atinge cidades da Grande SP e do interior

Proprietários de postos de combustível de Vargem Grande Paulista e de Sorocaba reclamam da falta do produto

AE |

selo

Apesar da determinação da Justiça para a suspensão do bloqueio no fornecimento de combustível, os postos de cidades da Grande São Paulo e regiões próximas continuam sem receber álcool e gasolina no início da tarde de hoje.

Greve: Sindicato diz que acatará liminar e suspenderá greve dos transportadores
Postos: Menos de 1% dos postos de SP tem gasolina para vender, diz sindicato
Crime: Frentista de posto que vendia gasolina a mais de R$ 4 é detido em SP
Protesto: Caminhoneiros em greve realizam protesto na Marginal Tietê

AE
Caminhão tanque é carregado no terminal de distribuição da Petrobrás Distribuidora S/A. nesta quarta-feira
Em Vargem Grande Paulista, o empresário Miguel Pedroso estava com dois de seus três postos parados. Três caminhões-tanque que deveriam ter chegado segunda-feira à noite continuavam retidos em Barueri. "A greve acabou só na TV porque na prática o boicote continua", disse. "Falei com a transportadora e disseram que os motoristas não conseguem sair com a carga". 

Em Sorocaba, a falta de combustível se agravou durante o dia e no início da tarde a maioria dos 120 postos tinha bombas paradas. A cidade é abastecida principalmente pelo entreposto de Paulínia. Mesmo assim, as encomendas dos postos não chegavam.

Nos estabelecimentos que ainda tinham combustíveis havia longas filas para abastecer. Até o posto de uma rede de hipermercado suspendeu o abastecimento por falta de combustível. Em Votorantim, três dos cinco postos tinham ficado sem álcool ou gasolina hoje.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG