Falha interrompe registro de BOs por 6h em São Paulo

Falha em sistema impediu também consultas de antecedentes criminais e funcionamento dos sistemas das secretarias e Poupatempo

AE |

selo

Nenhuma delegacia paulista pôde registrar ocorrências por quase seis horas no domingo. Uma falha impediu a comunicação entre todos os distritos policiais do Estado e os servidores da Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp) em Taboão da Serra. Neste intervalo, saíram do ar, ainda, os sistemas conectados à intranet do governo, entres os quais o do Poupatempo.

A pane teve início pela manhã. Durante a manutenção corretiva da infraestrutura elétrica do Datacenter da companhia, um problema técnico afetou a rede de ligações dos servidores, segundo a Assessoria de Imprensa da Prodesp, que não detalhou o serviço efetuado no momento nem o dano causado. A partir daí, policiais civis não conseguiram mais acessar o sistema de Registro Digital de Ocorrência.

A intranet do governo também parou, impossibilitando, por exemplo, a consulta aos antecedentes criminais e o funcionamento dos sistemas de secretarias e do Poupatempo. A pane estendeu-se à delegacia eletrônica, na qual pode-se registrar pela internet crimes como furtos de documentos.

Há divergências sobre o horário de início da pane. Segundo a Prodesp, a falha foi identificada às 9h40. Mas delegacias visitadas pela reportagem registraram o problema em horários distintos. Os policiais desconheciam as causas.

Segundo as informações da Prodesp, a pane nos sistemas ligados ao IntraGov duraram cerca de duas horas. Já nas delegacias, acrescentou, a situação começou a ser normalizada às 14h40. A conexão foi totalmente restabelecida 40 minutos depois. Procurado, o Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) informou que a pane não afetou o trabalho da corporação. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: Boletim de Ocorrênciapoupatempopolícia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG