Vítimas caíram de uma altura de 7 metros, após uma das travas de segurança do brinquedo Double Shock se abrir

selo

Laudo do Instituto de Criminalística (IC) de São Paulo apontou que houve falha humana no acidente que deixou oito pessoas feridas no parque de diversões Playcenter , na Barra Funda, zona oeste, no dia 3 de abril deste ano. As vítimas caíram de uma altura de 7 metros, após uma das travas de segurança do brinquedo Double Shock se abrir. O resultado do laudo foi divulgado ontem.

O delegado Marco Aurélio Batista, titular do 23.º Distrito Policial (Perdizes), disse que aguarda os laudos de lesões das vítimas, que virão do Instituto Médico-Legal (IML), para concluir o inquérito policial.

O brinquedo Double Shock, do Playcenter, onde aconteceu o acidente (abril de 2011)
AE
O brinquedo Double Shock, do Playcenter, onde aconteceu o acidente (abril de 2011)
A Assessoria de Imprensa do Playcenter informou que o funcionário responsável por verificar a trava do brinquedo já foi demitido. Ele pode ainda ser processado por lesão corporal culposa, quando não há intenção de ferir. A pena vai de 3 meses a 1 ano de reclusão. O brinquedo havia apresentado falha no mesmo dia do acidente.

De acordo com o Playcenter, o parque reforçou as medidas de segurança para assegurar que não ocorram mais falhas. Está ainda sendo feita uma reciclagem de treinamento para todos os funcionários da empresa. O Double Shock foi liberado pelo Departamento de Controle do Uso de Imóveis (Contru) e está novamente em funcionamento. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.