Falha humana causou acidente do Playcenter em abril

Vítimas caíram de uma altura de 7 metros, após uma das travas de segurança do brinquedo Double Shock se abrir

AE |

selo

Laudo do Instituto de Criminalística (IC) de São Paulo apontou que houve falha humana no acidente que deixou oito pessoas feridas no parque de diversões Playcenter , na Barra Funda, zona oeste, no dia 3 de abril deste ano. As vítimas caíram de uma altura de 7 metros, após uma das travas de segurança do brinquedo Double Shock se abrir. O resultado do laudo foi divulgado ontem.

O delegado Marco Aurélio Batista, titular do 23.º Distrito Policial (Perdizes), disse que aguarda os laudos de lesões das vítimas, que virão do Instituto Médico-Legal (IML), para concluir o inquérito policial.

AE
O brinquedo Double Shock, do Playcenter, onde aconteceu o acidente (abril de 2011)
A Assessoria de Imprensa do Playcenter informou que o funcionário responsável por verificar a trava do brinquedo já foi demitido. Ele pode ainda ser processado por lesão corporal culposa, quando não há intenção de ferir. A pena vai de 3 meses a 1 ano de reclusão. O brinquedo havia apresentado falha no mesmo dia do acidente.

De acordo com o Playcenter, o parque reforçou as medidas de segurança para assegurar que não ocorram mais falhas. Está ainda sendo feita uma reciclagem de treinamento para todos os funcionários da empresa. O Double Shock foi liberado pelo Departamento de Controle do Uso de Imóveis (Contru) e está novamente em funcionamento. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: playcenteracidenteDouble Shock

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG