Ex-judoca é baleado em frente a escola de Santo André

Mesmo ferido, "Tico" conseguiu dirigir até hospital de São Bernardo. Polícia trabalha com a hipótese de tentativa de assalto

AE |

selo

O ex-judoca Carlos Eduardo Santos Motta, de 56 anos, foi baleado segunda-feira (1) à tarde, quando chegava à escola municipal onde trabalha, em Santo André, na região metropolitana de São Paulo. Conhecido como "Tico", o judoca se tornou referência no Brasil durante a década de 70, quando conquistou títulos importantes.

O ex-judoca foi baleado dentro do carro, após ser abordado por pessoas em um outro veículo, ao supostamente reagir durante uma tentativa de assalto. Mesmo ferido, conseguiu dirigir até o pronto-socorro do Hospital e Maternidade Assunção, em São Bernardo do Campo, onde continua internado. No momento do crime, ele estava acompanhado por uma colega de trabalho, que o acompanhou até o hospital. 

O caso foi registrado no 2º Distrito Policial de Santo André, no bairro de Utinga. A Polícia Civil se negou a passar informações à reportagem, à pedido da família de Motta. O ex-atleta foi vice-campeão dos Jogos Pan-americanos de 1975 (cidade do México), campeão pan-americano, campeão sul-americano, campeão da Copa Latina, Campeão ibero-americano, atleta olímpico em 1976 (Montreal, Canadá), participou de quatro mundiais e possui títulos paulistas e brasileiros.

    Leia tudo sobre: ex-judocatentativa de assaltoticosanto andré

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG