Ex-jogador Edmundo é solto em São Paulo

Justiça do Rio de Janeiro concedeu liberdade para o ex-jogador, que ficou preso cerca de 19 horas em São Paulo

Fernanda Simas, iG São Paulo |

O ex-jogador e comentarista esportivo Edmundo Alves de Souza Neto, de 40 anos, que foi preso nesta madrugada em um flat na capital paulista , foi solto durante a noite desta quinta-feira, em São Paulo. Ele deixou a 3ª Delegacia Seccional Oeste, em Pinheiros, às 19h, e foi ao Instituto Médico Legal (IML) para passar por exames que comprovaram que ele não sofreu agressões na delegacia. Por volta das 20h ele voltou para a delegacia para assinar o alvará de soltura e foi liberado.

AE
Edmundo sorri durante a tarde enquanto aguardava para ser libertado em São Paulo
A saída de Edmundo para ir ao IML foi marcada por um tumulto na porta da delegacia. Muitos jornalistas se aglomeraram e durante a confusão alguns vasos foram quebraram. O ex-jogador se assustou um pouco: "Se continuar desse jeito a gente não vai conseguir sair", disse ele baixo para os policiais.

Segundo a representante da defesa, a advogada Ana Beatriz Saguar, que acompanhou Edmundo durante esta quinta-feira, ele já teria dito que não falaria com a imprensa ao deixar a delegacia. "Ele não vai falar nada. Está muito abalado", afirmou.

O jogador foi detido após a Vara de Execuções Penais (VEP) do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) decretar, na última segunda-feira (13), a prisão do ex-jogador  pelo processo em que ele já tinha sido condenado em 1999 a quatro anos e seis meses de prisão pelas mortes de três jovens em um acidente na Lagoa, na zona sul, em dezembro de 1995.

Mas nesta quinta-feira, a desembargadora da 6ª Câmara Criminal do TJ-RJ, Rosita Maria de Oliveira Netto, concedeu habeas corpus a Edmundo. A polícia fluminense chegou a ir a delegacia de São Paulo para buscar o ex-atacante, mas a decisão da Justiça impediu que ele fosse transferido para o Rio. O habeas corpus concedido tem caráter liminar e deve ser julgado. Ana Beatriz acredita que o julgamento deve ocorrer em até um mês.

Edmundo foi preso à 1h desta quinta-feira em um flat na rua Amauri, na região do Itaim Bibi, em São Paulo, após denúncia anônima. Segundo a polícia, ele não ofereceu resistência no momento da prisão. O ex-jogador prestou depoimento durante cerca de quatro horas e por volta das 5h deixou a delegacia para realizar exame de corpo de delito no IML localizado na região da Ceagesp, na zona oeste.

AE
Ex-jogador Edmundo na 3ª Delegacia Seccional Oeste de São Paulo, nesta manhã
Após o exame, o ex-jogador voltou para a carceragem da Delegacia Seccional. A cela na qual Edmundo passou o dia tem 2,5 metros por 2,5 metros. Não há colchonete nem janela. Pela manhã, ele recebeu a visita de dois amigos, que levaram café da manhã.

    Leia tudo sobre: edmundodelegaciasão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG