Escândalo de espionagem derruba chefe do DHPP de SP

Delegado Marco Antônio Desgualdo foi afastado pelo secretário de Segurança Pública suspeito de ter requisitado vídeo de encontro

AE |

selo

O diretor do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) e ex-delegado-geral da Polícia Civil de São Paulo, Marco Antônio Desgualdo, foi afastado do cargo, nesta segunda-feira, pelo secretário da Segurança Pública, Antônio Ferreira Pinto. 

Desgualdo foi identificado como a autoridade que requisitou as imagens do encontro de Ferreira Pinto com um jornalista da Folha de S. Paulo no shopping Pátio Higienópolis. A administração do centro de compras alega que um vídeo com imagens do encontro foi entregue a policiais que as requisitaram sob a alegação de que investigavam um crime. 

Dias depois do encontro, o jornal publicou reportagem que apontava que o ex-titular da Coordenadoria de Análise e Planejamento (CAP) da secretaria, o sociólogo Túlio Kahn, era sócio de uma consultoria que venderia dados tratados como sigilosos pelo governo estadual.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG