Encontrado em São Paulo corpo de jornalista sequestrada

Vítima frequentava academia de ginástica em Shopping e foi abordada no estacionamento; policial confessou o crime

iG São Paulo |

Foi encontrado neste sábado, no km 44 da Rodovia Anchieta, sentido litoral, o corpo da jornalista Luciana Barreto Montanhana, de 29 anos. Ela foi sequestrada e morta no dia 11 de novembro passado no estacionamento do Shopping Eldorado, na Zona Oeste da capital paulista, onde frequentava uma academia de ginástica.

O policial Rodrigo Domingues Medina, do Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais da Polícia Civil), confessou o crime, segundo apurou o iG . Ele está internado no Hospital da Polícia Militar de São Paulo, na Zona Norte da capital, porque teria resistido à prisão e acabou sendo baleado. Medina foi abordado pelos policiais do DAS (Divisão Anti-Sequestro) da Polícia Civil quando fazia uma ligação de um telefone público.

Segundo a polícia, a vítima foi morta por estrangulamento, no mesmo dia do sequestro. O criminoso usou um lacre de plástico, que é utilizado como algema nas operações policiais. Mesmo após a morte da garota, o sequestrador decidiu telefonar para a família da jornalista e pedir resgate.

O corpo da vítima foi encontrado pela DAS. O caso está sendo conduzido pelo delegado Wagner Giudice, titular da divisão.

    Leia tudo sobre: sequestrodasgatejornalista

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG