Empresária é presa 4 anos após mandar matar marido

Segundo a polícia, a mulher contratou um ex-presidiário para matar seu marido. O motivo seriam as brigas dele com o filho do casal

AE |

selo

Policiais do Grupo Antissequestro de Sorocaba (GAS) prenderam quinta-feira (18) a empresária Eliane Bordieri Vieira de Camargo, de 58 anos, acusada de ter encomendado a morte do marido, o também empresário Luiz Antonio Vieira de Camargo, na época com 59 anos. O crime ocorreu em 2007 e estava no rol dos homicídios não esclarecidos. O depoimento de uma testemunha cuja identidade é mantida em sigilo causou uma reviravolta no caso. O empresário morava em um condomínio de luxo em Araçoiaba da Serra e havia saído de casa para ver um imóvel quando desapareceu. O corpo foi encontrado em um canavial com três perfurações à bala.

Camargo era sócio de uma concessionária de veículos. A investigação colheu provas de que a viúva contratou um ex-presidiário, Edson Luiz Vieira, para executar o crime. O acusado se fez passar por corretor e atraiu o empresário com o pretexto de mostrar um terreno. Ele cumpre pena na Penitenciária de Guareí por outros crimes. A ex-namorada de Edson, Flávia Azzolini, também foi presa por participação no caso. Os policiais prenderam a empresária em seu apartamento, no centro de Sorocaba, interior de São Paulo. Ela nega participação no crime. De acordo com a polícia, o motivo seriam as brigas do empresário com o único filho do casal.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG