Em setembro, 194 mulheres registraram agressão por dia em SP

Em todo o mês, foram 5.844 registros de lesão corporal dolosa. Dados sobre violência contra a mulher são divulgados pela 1ª vez em São Paulo

iG São Paulo |

Em cada dia do mês de setembro, 194 mulheres registraram boletim de ocorrência de lesão corporal dolosa (com intenção) no estado de São Paulo. A cada hora, oito mulheres foram agredidas. Em todo o mês, foram 5.844 registros. Os dados são da Secretaria de Segurança Púbica (SSP) que, pela primeira vez, divulga números da criminalidade contra a mulher.

Veja casos de violência contra a mulher

Além do registro de agressões, foram feitos 5769 boletins de ocorrência de ameaça e seis de homicídio doloso no Estado. A divulgação dos dados atender determinação da Lei Estadual 14.545, de autoria da deputada Analice Fernandes e sancionada pelo governador Geraldo Alckmin no dia 14 de setembro. No Estado, existem 129 Delegacias de Defesa da Mulher (DDM), mas os dados são referentes a boletins feitos em todos os distritos policiais de São Paulo.

Homicídios diminuem

O número de homicídios dolosos (intencionais) caiu 5,03% na comparação dos primeiros nove meses deste ano com o mesmo período do ano passado. Do início de 2011 até setembro passado registrados 3.056 casos, 162 a menos do que no mesmo período de 2010, com registro de 3.218 homicídios dolosos.

Apesar de ainda registrar um número menor de homícidios do que o ano passado, os últimos meses apresentaram aumento dessa modalidade de crime. Como o iG apontou em agosto, o número de homicídios vem aumentando no Estado desde junho . Se compararmos o trimestre (julho/agosto/setembro) com o mesmo período do ano passado, os homicídios cresceram 12% em São paulo.

Na capital paulista, houve queda de 20,78% dos casos. Foram 736 homicídios dolosos registrados em 2011 contra 929 casos nos nove primeiros meses de 2010, ou seja 193 a menos.

A taxa de homicídios permanece abaixo de 10 por grupo de 100 mil habitantes, deixando o Estado fora da zona epidêmica de homicídios, assim definida pela Organização Mundial de Saúde (OMS). No Brasil, a taxa média de homicídios dolosos é 22,3/100 mil habitantes.

Latrocínios seguem mais alto

A quantidade de latrocínios (roubo seguido de morte) aumentou 4,43% em São Paulo. Entre janeiro e setembro deste ano foram registrados 212 casos enquanto no mesmo período de 2010, foram 203 casos.

Apesar disso, o número de latrocínios caiu 28% comparando apenas o mês de setembro de 2011 com o mesmo mês do ano passado. Neste ano, foram 18 casos e, em 2010, 25.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG