Em dois anos, total de raios que atingem SP cresce 42%

Em média, são 62 por dia na capital paulista, um total de 22.956 por ano

AE |

selo

O risco de ser atingido por um raio em São Paulo aumentou. Dados de 2009-2010 do Ranking de Incidência de Raios do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), indicam que a queda de raios cresceu 42% em relação ao biênio anterior. Em média, são 62 por dia na capital paulista, o que significa 22.956 por ano e 14,8 por quilômetro quadrado.

Trata-se de um problema que acompanha o crescimento das grandes cidades. Nos municípios com mais de 200 mil habitantes (95 nesse estudo), as quedas avançaram 11% no biênio 2009-2010 - enquanto a média nos 3.180 municípios pesquisados nas Regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste foi de 5%.

O coordenador do Elat, Osmar Pinto Junior, explica que, quanto maior o aumento de temperatura provocado pelo adensamento das áreas urbanas, mais chances de tempestades e, em consequência, de incidência de raios. "À medida que as cidades vão crescendo, com aumento de população, carros e poluição, há o processo de ilhas de calor. E isso se reflete diretamente na incidência de tempestades, que têm relação direta com raios que atingem o solo." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: raiossão pauloinpe

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG