Edmundo é preso em flat de São Paulo

Jogador está em delegacia da zona oeste de São Paulo aguardando a transferência para o Rio de Janeiro

Carolina Garcia, iG São Paulo |

O ex-jogador e comentarista esportivo Edmundo Alves de Souza Neto, de 40 anos, foi preso no início da madrugada desta quinta-feira em um flat na rua Amauri, na região do Itaim Bibi, em São Paulo, por agentes da 3ª Delegacia Seccional Oeste da Capital, localizada junto ao 14º Distrito Policial, de Pinheiros. No início da tarde, os advogados de Edmundo entraram com um pedido de habeas corpus no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro .

Edmundo prestou depoimento durante cerca de quatro horas e por volta das 5h deixou a delegacia em uma Parati vermelha, descaracterizada, da polícia, e sem falar com a imprensa, para realizar exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) localizado na região da Ceagesp, na zona oeste.

AE
Ex-jogador Edmundo na 3ª Delegacia Seccional Oeste de São paulo, localizada junto ao 14º Distrito Policial de Pinheiros, na manhã desta quinta-feira
Após o exame, o ex-jogador voltou para a carceragem da Delegacia Seccional, onde aguarda a chegada de policiais civis do Rio, cidade onde foi expedido o mandado de prisão contra o ex-jogador. O documento, segundo os policiais, foi enviado do Rio por fax para a delegacia em São Paulo. A polícia fluminense chegou à delegacia por volta das 16h15 para buscar o ex-atacante de equipes como Vasco e Palmeiras.

A cela na qual Edmundo se encontra tem 2,5 metros por 2,5 metros. Não há colchonete nem janela. Pela manhã, ele recebeu a visita de dois amigos, que levaram café da manhã.

Denúncia anônima

A polícia recebeu uma denúncia anônima por volta das 23h de ontem, de que o ex-jogador estava em um flat no Itaim. O ex-jogador não possui formação superior. Ele estudou até a 6ª série do primeiro grau, portanto, pela lei, não tem direito a cela especial.

Futura Press
Prisão de ex-jogador foi decretada na segunda (13) pela Justiça do Rio

Foragido

Edmundo era considerado foragido da Justiça. Agentes da Polícia Civil do Rio percorreram na quarta-feira (15) cinco endereços registrados em nome do ex-atleta, que não foi localizado. Seus telefones celulares também ficaram desligados.

Em maio, em reportagem publicada pelo Estado, Edmundo disse viver em um hotel em São Paulo. A Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) expediu um mandado de prisão contra Edmundo na noite de segunda (13).

C ondenado

O ex-jogador foi condenado em 1999 a quatro anos e seis meses de prisão, em regime semiaberto, pelos homicídios culposos de três pessoas e lesões corporais de outras três em um acidente de carro na madrugada do dia 2 de dezembro de 1995, depois de sair de uma boate na Lagoa, bairro da zona sul carioca.

Após todos seus recursos terem sido negados pelos tribunais superiores, a Justiça fluminense determinou a prisão do ex-jogador de Palmeiras, Corinthians, Santos, Flamengo e Vasco, entre outros times brasileiros, italianos e japoneses - além da seleção brasileira. Atualmente, ele trabalha como analista de futebol na TV Bandeirantes.

* Com AE

null

    Leia tudo sobre: edmundocondenaçãoprisãoacidente

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG