Ecopontos de São Paulo recebem 93% mais entulho em três meses

Com a nova multa para descarte de entulhos, volume passou de 2,4 mil toneladas para 5,2 mil toneladas de material descartado

Márcio Apolinário, especial para o iG |

Em três meses de vigor da multa, de R$ 12 mil, aplicada a quem descartar entulho irregularmente, os 38 ecopontos espalhados pela cidade de São Paulo recolheram 92,8% de tudo o que foi recebido nos sete meses anteriores à sanção da lei, sancionada pelo prefeito Gilberto Kassab. 

De acordo com um balanço da Secretaria de Coordenação das Subprefeituras, antes da nova legislação, os ecopontos recebiam, em média, 2,4 mil toneladas de materiais por mês. Com a nova multa o volume aumentou para 5,2 mil toneladas de entulhos e outros objetos sem utilidade. O resultado aponta o aumento de 54% na entrega de materiais inservíveis na cidade. 

Além da multa, a nova lei também prevê a apreensão do veículo utilizado para transportar o material. As 31 subprefeituras mantêm um plano de fiscalização permanente contra entulho que envolve a realização de blitze nos pontos viciados da cidade e, periodicamente, realizam operações 24h em toda a cidade para flagrar as irregularidades. 

A legislação permite que cada munícipe deixe, diariamente, até um metro cúbico de entulho por dia, equivalente a uma caixa d'água de mil litros, além de grandes objetos e resíduos recicláveis.

    Leia tudo sobre: ecopontosentulhos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG