Dupla é presa com joias roubadas em assalto à Tiffany

Peças foram roubadas de joalheria em São Paulo em maio do ano passado. Funcionários da Tiffany reconheceram joias

AE |

selo

Quatro criminosos, dois deles acusados de receptação de parte das joias roubadas no assalto à joalheria Tiffany, dentro do Shopping Cidade Jardim, na zona sul de São Paulo, foram detidos por policiais do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic) na tarde de segunda-feira (13), na zona leste da capital. O crime ocorreu no dia 16 de maio de 2010.

O soldador Gilvaldo Benedito da Rocha, de 35 anos, que começou a ser investigado há 60 dias, e o borracheiro Flávio da Silva Furtado, 32, estavam dentro de um Ford Escort quando foram abordados pelos policiais próximo à estação Carrão do Metrô.

Os policiais encontraram quatro joias em poder do soldador. Outras duas peças estavam no veículo. As seis foram reconhecidas pelos funcionários da joalheria. Após a prisão da dupla, os policiais foram até três apartamentos em São Mateus, também na zona leste.

Em um deles, foram presos o repositor Marcelo Felix Claudino, 28, e o mecânico Frederick Johnson, 33, nascido em Serra Leoa, na África. Segundo a polícia, os dois seriam integrantes da mesma quadrilha, mas em poder deles foram encontrados apenas dois tijolos de maconha.

    Leia tudo sobre: roubosão paulojoalheriatiffany

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG