Dono de escola de música é esfaqueado por supostos pichadores em Guarulhos

Ao tentar impedir que imóvel fosse pichado, vítima foi atacada a facadas e com golpes de soco inglês e está internada

iG São Paulo |

Futura Press
Além de tintas, polícia encontrou com pichadores tesoura e faca
Valfram Henrique Ribeiro, de 37 anos, dono de uma escola de música localizada no Parque Renato Maia, na cidade de Guarulhos, Grande SP, foi esfaqueado por supostos pichadores na noite de terça-feira.

Segundo informações da Guarda Civil Municipal (GCM), era por volta de 22h45 quando a vítima deixava o Instituto Música e Companhia quando observou que um grupo pichava o imóvel. Ribeiro teria tentado conversar com os jovens para impedir a ação, mas foi atacado a facadas e com golpes de soco inglês. Ele sofreu perfurações na cabeça, costas e barriga, além diversos hematomas pelo corpo.

Conforme a CGM, viaturas estavam em patrulhamento pelo local porque estava no horário de fechamento do Bosque Maia, localizado ao lado da escola, e ouviram os gritos. Guardas realizam os primeiros-socorros em Ribeiro, que depois foi levado pelos bombeiros ao Hospital Carlos Chagas, onde segue internado.

Em diversos locais do muro está a escrita a palvra "punk", "anti-fascismo", além do símbolo da anarquia. Pelo menos seis jovens participaram da ação e foram detidos nas imediações da escola. Entre eles, haveria pelo menos um menor de idade. Com eles, além das tintas, foram apreendidos o soco inglês, canivete e tesoura. O caso foi registrado no 1ºDP da cidade.

    Leia tudo sobre: pichadoresvandalismoagressãoescola de música

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG