Presas ficaram revoltadas por não terem saída temporária concedida pela Justiça

selo

Revoltadas por não terem saídas temporárias concedidas pela Justiça local no Dia das Crianças, presas da Cadeia Feminina de Jaborandi, na região de Ribeirão Preto, interior paulista, fizeram uma rebelião de quatro horas na tarde de hoje. Não houve feridas. A Cadeia Feminina de Jaborandi está com 58 presas, mas a capacidade é para 32. No Dia das Mães, três presas que tiveram saída temporária não voltaram à prisão.

Ao meio-dia, após o banho de sol, muitas das detentas não retornaram às celas, atearam fogo nos colchões, quebraram vidros e portas e até bateram nas detentas que estavam em cela especial. Funcionários da prefeitura controlaram o incêndio e o Grupo de Operações Especiais (GOE), de Barretos, foi acionado para conter a rebelião, que terminou por volta das 16 horas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.