Desrespeito de motoristas marca inauguração de ciclofaixa em SP

Moema recebeu neste sábado sua primeira ciclofaixa permanente, mas motoristas estacionaram seus carros sobre a faixa de bicicletas

iG São Paulo |

A cidade de São Paulo ganhou neste sábado sua primeira ciclofaixa permanente. Com cerca de 1 metro de largura, o espaço exclusivo para o tráfego de bicicletas foi criado nas laterais de quatro ruas em Moema, bairro nobre da zona sul paulistana. São 3,3 km de ciclofaixa pelas avenidas Rouxinol, Aratãs e Pavão e pela rua Araguari.

Mas logo no primeiro dia, algumas cenas de desrespeito chamaram a atenção dos ciclistas. Em uma delas, um motorista cobriu a placa de seu carro e o manteve parado sobre a faixa para bicicletas. Os ciclistas foram obrigados a subir na calçada ou ir para o meio da rua para desviar do veículo. Em outro ponto, pode-se ver três carros estacionados em sequencia.

Leia também: 'Anjos' ajudam ciclistas novatos a enfrentar o trânsito de São Paulo

Leo Martins/Futura Press
Com a placa coberta, carro é estacionado na faixa esclusiva de bicicletas aberta neste sábado em Moema
Segundo a Compahia de Engenharia de Tráfego (CET), estacionar (ou fazer carga e descarga) sobre a ciclovia é um infração grave, sujeito a remoção (guincho), multa de R$ 127,69 e 5 (cinco) pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O espaço funciona de maneira diferente do que acontece já na Ciclofaixa de Lazer - circuito de 45 km que liga diversos parques das zonas sul e oeste da capital e que só funciona aos domingos. A ciclofaixa de Moema será orientada para o transporte, e funcionará 24h, durante toda a semana.

AE
Carros estacionados em ciclofaixa permanente que foi inaugurada nesse sábado
No local, não há cones para separar carros e bicicletas - isso é feito apenas pela pintura de solo e sonorizadores instalados nos bordos. As bicicletas devem obedecer o mesmo sentido dos veículos.

Quando o plano foi divulgado pela primeira vez, há cerca de um ano, alguns moradores e comerciantes se revoltaram contra o projeto. les pediam de volta cerca de 2,5 mil vagas de estacionamento que foram retiradas do bairro, alegando que o comércio da região estava sendo afetado.

Leia mais sobre ciclovias e ciclofaixas no País:

- 'Anjos' ajudam ciclistas novatos a enfrentar o trânsito de São Paulo

- Ciclofaixa muda a cara de São Paulo aos domingos

- Após queixas de usuários, Curitiba vai mudar suas ciclovias

- Ciclofaixas de lazer poderão ser usadas em dia da semana

- Campinas foca na educação antes de ampliar áreas para ciclistas

    Leia tudo sobre: moemaciclofaixamoema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG