Corpos dos garis atropelados em São Paulo são enterrados

Os dois garis foram atropelados enquanto trabalhavam próximo à Marginal Pinheiros, na manhã de sábado (22)

AE |

selo

AE
Equipes trabalham no local do acidente na Marginal Pinheiros, próximo à ponte Ari Torres
Foram enterrados na manhã deste domingo os corpos dos dois garis atropelados no acesso da Marginal do Pinheiros no último sábado . Os sepultamentos ocorreram entre 10h e 11h no Cemitério Vila Nova Cachoeirinha, zona norte da cidade. Parentes e amigos de Alex Damasceno de Souza, de 26 anos, e de Roberto Pires de Jesus, de 36, acompanharam os cortejos.

O gerente de banco Fernando Mirabelli, de 32 anos, foi preso em flagrante depois de atropelar e matar os dois garis. Um terceiro funcionário ficou ferido no acidente. Eles trabalhavam no local quando o carro invadiu o canteiro da pista. Dois deles morreram na hora.

O helicóptero Águia, da Polícia Militar, pousou na via para socorrer a terceira vítima, que foi levada para o Hospital Santa Marcelina. Aldenir Abrantes Dantas, de 21 anos, sofreu fratura na bacia e não corre risco de vida.

Segundo a polícia, o motorista estava embriagado e em alta velocidade quando perdeu o controle do veículo, um Toyota Hilux. Mirabelli, que mora em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, retornava de uma casa noturna em Guarulhos. O acidente aconteceu por volta das 7h, quando ele seguia para a casa dos pais, no Campo Belo, zona sul.

Leia outras notícias sobre o assunto:

- Caminhão atropela participantes de evento infantil na Bahia

- Morte por atropelamentos diminuiu 71% em área de Zona de Proteção ao Pedestre, em SP

- Polícia indicia ex-coordenador da Lei Seca por homicídio no RJ

    Leia tudo sobre: garis atropeladosmotorista presoenterrosão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG