Com novas estações, viagem da Paulista ao centro dura 3 minutos

Antes, trecho percorrido de metrô exigia duas baldeações e demorava quase meia hora. Paradas só funcionam das 10h às 15h

AE |

selo

O trajeto do paulistano até o centro de São Paulo ficou mais rápido com a inauguração na última quinta-feira (15) de duas estações da Linha 4-Amarela, República e Luz . Agora, a viagem da Avenida Paulista até a Praça da República é direta e dura 3 minutos - antes, com duas baldeações, levava quase meia hora. Mas as duas paradas só funcionam das 10h às 15h. A promessa do Metrô é de que o ramal passe a funcionar em período integral em no máximo 15 dias. 

Quando as estações estiverem em pleno funcionamento, o Metrô garante que vai tirar 160 mil passageiros por dia da superlotada Estação Sé (cruzamento das Linhas 1-Azul e 3-Vermelha) e mais 59,6 mil da Estação Paraíso (das Linhas 1-Azul e 2-Verde). A explicação é que esse fluxo de pessoas será redistribuído ao longo do sistema. 

Por outro lado, o governo também prevê uma demanda reprimida de pessoas que vão começar a usar o metrô a partir da expansão da Linha 4-Amarela. Só a Estação República, por onde passam 63 mil passageiros por dia, ganhou mais 37 mil usuários desde a última quinta-feira. Com as Linhas 1 e 4, a Estação Luz agora transporta 132 mil pessoas diariamente, um aumento de 4% no movimento.

Para o presidente do Metrô, Sérgio Avelleda, o tamanho da nova Estação República já mostra que a previsão é receber mais gente. "Claro que vai haver um aumento de passageiros, a estação é grande para receber esse fluxo."

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE
Usuários da estação República da Linha 4-Amarela do Metrô de São Paulo, inaugurada na última quinta-feira (15)

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG