Cinco bares são interditados na Vila Madalena, em São Paulo

Os estabelecimentos infringiam a legislação de ruído do Programa do Silêncio Urbano (Psiu)

AE |

selo

A Prefeitura de São Paulo interditou ontem cinco bares na Vila Madalena, bairro boêmio da zona oeste da cidade, por infringirem a legislação de ruído do Programa do Silêncio Urbano (Psiu). Os estabelecimentos tiveram as portas emparedadas. Os locais são reincidentes, segundo a administração municipal.

Um dos bares bloqueados, o Camará, na Rua Luís Murat, era um dos mais tradicionais do bairro. Além de desrespeitar o limite de barulho, o local não tinha licença para funcionar, diz a Prefeitura. O Camará já havia sido lacrado e multado em cerca de R$ 28 mil. Os outros quatro bares, todos na Rua Cardeal Arcoverde, também haviam sido autuados por pelo menos cinco vezes cada. Três foram emparedados por barulho e o outro, por ficar aberto após a 1h sem acústica adequada.

Enquanto funcionários da Prefeitura erguiam os tijolos, vizinhos comemoravam o fechamento. "Era a noite inteira de barulho, consumo e tráfico de drogas. Às 6 horas, a coisa não parava e ninguém dormia aqui", disse uma das vizinhas do bar, que preferiu não ser identificada.

De acordo com Alfonso Orlandi Neto, da Secretaria das Subprefeituras, o foco tem sido os reincidentes. "A questão do silêncio urbano é de conscientização". Em 2010, a Prefeitura lacrou 186 bares e emparedou 38. O número de multas ficou em 155. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: psiubarvila madalena

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG