Gilmar Vilarindo de Moura, considerado um dos maiores assaltantes de banco do País, será julgado nesta tarde

Uma operação de guerra foi montada pela Polícia Federal (PF) na cidade de Santo André, no ABC paulista, para garantir a segurança da cidade durante o julgamento do homem que é considerado um dos maiores ladrões de banco do País. O objetivo é evitar que Gilmar Vilarindo de Moura, o Alemão ou Gilmar da Palmares, de 37 anos, seja resgatado por criminosos na tarde desta quinta-feira, quando será julgado por um assassinato que teria cometido em 1999.

Acusado de participar de roubos a banco e carros-forte em 11 Estados, Alemão está detido na Penitenciária Federal de Mossoró, Rio Grande do Norte, desde o ano passado. Ele será transportado para São Paulo em um avião da polícia. Alegando motivos de segurança, a PF não informou o horário do voo nem a forma como Gilmar será levado a Santo André. O julgamento está previsto para começar às 13h.

Porém, a operação não deve afetar o funcionamento do restante do Fórum nem dos edifícios vizinhos - prefeitura e Câmara Municipal. Para montar o esquema de segurança, agentes visitaram o local diversas vezes ao longo da semana, tiraram fotografias, estudaram as possíveis rotas de fuga e se reuniram com juízes e promotores. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.