Cidade do ABC monta operação de guerra para júri de assaltante

Gilmar Vilarindo de Moura, considerado um dos maiores assaltantes de banco do País, será julgado nesta tarde

AE |

Uma operação de guerra foi montada pela Polícia Federal (PF) na cidade de Santo André, no ABC paulista, para garantir a segurança da cidade durante o julgamento do homem que é considerado um dos maiores ladrões de banco do País. O objetivo é evitar que Gilmar Vilarindo de Moura, o Alemão ou Gilmar da Palmares, de 37 anos, seja resgatado por criminosos na tarde desta quinta-feira, quando será julgado por um assassinato que teria cometido em 1999.

Acusado de participar de roubos a banco e carros-forte em 11 Estados, Alemão está detido na Penitenciária Federal de Mossoró, Rio Grande do Norte, desde o ano passado. Ele será transportado para São Paulo em um avião da polícia. Alegando motivos de segurança, a PF não informou o horário do voo nem a forma como Gilmar será levado a Santo André. O julgamento está previsto para começar às 13h.

Porém, a operação não deve afetar o funcionamento do restante do Fórum nem dos edifícios vizinhos - prefeitura e Câmara Municipal. Para montar o esquema de segurança, agentes visitaram o local diversas vezes ao longo da semana, tiraram fotografias, estudaram as possíveis rotas de fuga e se reuniram com juízes e promotores. 

    Leia tudo sobre: julgamentoassaltante de bancosanto andrépf

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG