Bióloga Juliana Ingrid Dias, morreu na sexta após se envolver em um acidente com um ônibus

AE
Túmulo de Juliana Dias após enterro na manhã deste sábado
Foi enterrada na manhã deste sábado a ciclista Juliana Dias , de 33 anos, atropelada na avenida Paulista na sexta-feira por um ônibus. Familiares e amigos se reuniram no Cemitério Parque das Flores, em São José dos Campos, cidade onde vive a família da vítima.

Juliana era bióloga e funcionária do Hospital Sírio-Libanês, para onde se dirigia na bicicleta no momento do acidente. No local do atropelamento, pessoas prestaram homenagem com flores e ativistas fizeram uma manifestação a motoristas que passavam pelo local. Ontem, outros protestos ocorreram.

O m otorista do ônibus, Reginaldo Francisco dos Santos, pagou fiança e vai responder em liberdade por homicídio culposo (sem intenção de matar). Segundo a polícia, houve imprudência, imperícia ou negligência na ultrapassagem feita pelo motorista e, por isso, ele foi indiciado.

Protesto e homenagem no local onde ciclista foi atropelada na avenida Paulista
AE
Protesto e homenagem no local onde ciclista foi atropelada na avenida Paulista

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.