Cetesb vai avaliar 13 áreas próximas ao Center Norte em São Paulo

Com base em fotos de 1950 e de 1978, órgão suspeita que locais como Estádio do Canindé também estão sobre lixão com risco de vazamento de gás metano

AE |

selo

A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) informou que vai investigar se existe indícios de contaminação em outras 13 áreas próximas do Center Norte. A informação foi dada em audiência pública para discutir a solução para o vazamento de gás metano no shopping . Com base em levantamentos fotográficos de 1950 e de 1978, comparados com a atual ocupação da várzea do Rio Tietê na região da Vila Maria, o vereador Juscelino Gadelha (PSD) suspeita que locais como o Estádio do Canindé também estão sobre antigos lixões, correndo o risco de ter vazamento de gás metano semelhante.

Leia também: "Material é jogado a céu aberto em lixão, não há controle" e Center Norte assina termo, mas interdição continua

AE
Bomba ligada a um dreno de gás no Shopping Center Norte, na zona norte da capital paulista
Ampliados, os levantamentos fotográficos indicam que lagoas ao lado do Tietê, de onde era retirada terra para construção de prédios e de obras públicas nos anos 1950, viraram aterros duas décadas depois. Pelas fotos observa-se que esses lixões foram ocupados por prédios, casas, comércios e pelo Shopping Center Norte. Não se sabe ao certo como foi a ocupação dessa área de várzea. Pelas leis atuais de uso e ocupação do solo, nem o Anhembi - principal centro de convenções da Prefeitura de São Paulo - poderia ser erguido tão perto da várzea do Tietê. 

O pedido de investigação dessas áreas, feito quarta-feira (28) formalmente pela Comissão de Política Urbana, Metropolitana e Meio Ambiente, também foi destinado a Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente, entre outros órgãos. "Nossa proposta é fazer uma varredura para tentar compreender se há outros focos problemáticos naquela região. Lá há outras indústrias, residências, prédios, parques", justificou o vereador Juscelino Gadelha (PSD), autor da requisição. 

Ele apresentou o mapa com as áreas supostamente contaminadas a técnicos da Cetesb durante a audiência pública na Câmara. Segundo Gadelha, o mapa é do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo. Indagados sobre o assunto, os representantes da companhia reconheceram que os locais citados podem apresentar problemas e se mostraram dispostos a iniciar as análises.

A Prefeitura de São Paulo determinou na terça-feira (27) a interrupção de todas as atividades do Shopping Center Norte, na zona norte da capital, em até 72h - como antecipou na segunda-feira com exclusividade o Poder Online do iG. O shopping é o segundo maior de São Paulo em movimentação, sendo que 80 mil pessoas passam no local por dia, segundo a assessoria de imprensa do Center Norte.

Além da ordem de interdição, técnicos da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente estiveram no shopping e aplicaram um auto de multa no valor de R$ 2 milhões pelo não atendimento às exigências da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: shopping center nortelixãogás metanoinfográfico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG