Shopping Center Norte corre risco de explodir, de acordo com a Cetesb, mas continua funcionando com base em liminar concedida quinta-feira (29)

Após vistoria feita nesta sexta-feira no Shopping Center Norte, na zona norte da Capital, a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) decidiu manter a multa diária de R$ 17.450,00 ao estabelecimento, que ainda não atendeu às exigências feitas para instalação e operação do sistema de drenos de extração do gás metano presente no subsolo. A multa está sendo aplicada desde o dia 19 de setembro.

Mesmo com o pedido da prefeitura para interditar o local devido ao risco de explosão pelo vazamento de gás metano, o shopping funciona normalmente depois de uma liminar concedida pelo juiz Emílio Migliano Neto, da 7ª Vara da Fazenda de São Paulo. Ele considerou o pedido de interdição um "excesso de cautela". Nesta sexta, as lojas estavam abertas, mas quase não havia clientes no Center Norte.

Na inspeção da Cetesb, feita pela manhã nas dependências do shopping, foi confirmada a instalação de dois drenos de extração de gases, mas que ainda não estão operando, e mais três estão em fase de preparação para serem instalados. No total, o Shopping Center Norte prevê a instalação inicial de nove drenos. Ao final da instalação de todo o sistema, será feita uma nova avaliação para saber se as áreas de risco potencial foram eliminadas.

A Cetesb informa que nesta vistoria foram feitas medições em 18 poços de monitoramento instalados no piso do shopping; desses, sete acusaram índices de inflamabilidade (acima de 5% de metano), nove com potencial para migração do gás para o ambiente interno e dois com pressão negativa, ou seja, apresentam condições que dificultam a intrusão de vapores.

Imagem mostra área de risco onde está Shopping Center Norte
Reprodução
Imagem mostra área de risco onde está Shopping Center Norte

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.