Catador de lixo organizou excursão de ônibus acidentado

Tragédia no interior de SP deixou pelo menos dez mortos. Eles eram romeiros que deixaram cidade perto de Brasília rumo a Aparecida

AE |

selo

A excursão dos romeiros de Santo Antonio do Descoberto, uma cidade do entorno de Brasília, já em Goiás, foi organizada por um catador de lixo da prefeitura local, Delcilo Alves Rabelo - uma das vítimas fatais. De acordo com o irmão do catador, José Alves de Abadia, Delcilo sempre promovia excursões para o santuário de Aparecida (SP). "Essa era a terceira vez que ele fazia a excursão só nesse ano", disse.

A tragédia: Ônibus de turismo tomba e mata passageiros no interior de SP

Rogério Marques/O Vale/AE
Pelo menos 10 pessoas morreram no acidente. Ônibus capotou no interior de Sâo Paulo
Os nomes completos das vítimas fatais não foram divulgados pelo Instituto Médico Legal de Taubaté, para onde foram levados os dez corpos das vitimas do desastre na Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro, na serra da Mantiqueira. Antes de serem transportados os corpos, eles aguardaram por mais de hora na beira da rodovia, pela chegada do carro fúnebre e peritos do IML local.

O acidente mobilizou parentes e amigos das vítimas que moram na região. Eles aguardavam informações do estado de saúde dos feridos no hospital Regional de Taubaté.

Os romeiros haviam saído no último sábado de Santo Antonio do Descoberto, que fica a 40 quilômetros de Brasília, em direção a Aparecida. Campos do Jordão foi o último destino da viagem, antes de retornarem para sua cidade. O traslado dos corpos será feito por terra, em uma viagem de aproximadamente 9 horas.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG