Casal indenizará mulher em Santa Catarina por injúria racista

Rosemarie de Oliveira receberá R$ 2 mil após receber xingamentos racistas enquanto limpava a rodoviária de Porto União

AE |

selo

O casal Alex Sandro e Meri Cristina Afonso terão que indenizar Rosemarie de Oliveira em R$ 2 mil, por injúria e xingamentos racistas, ocorridos no final de 2005, segundo o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC). Cabe recurso aos tribunais superiores. Rosemarie atuava como servidora na rodoviária da cidade catarinense de Porto União e trabalhava no andar abaixo do restaurante do casal, existente no piso superior.

Expulso de pizzaria: Polícia investiga se menino espanhol sofreu racismo em SP

Os dois agrediram verbalmente a funcionária, que fazia serviços gerais e chamara a atenção das filhas do casal sobre o perigo de brincar com bola no pátio local, escorregadio e com intenso movimento de passageiros. Na apelação, Alex e Meri reforçaram a negativa sobre ofensas à servidora.

O relator, desembargador Eládio Torret Rocha, não acolheu os argumentos e destacou as provas de testemunhas que presenciaram os fatos e confirmaram a agressão. 

Para o magistrado, o casal deve responder pelos atos, "pois flagrantemente danosos à subjetividade da apelada, a qual, de origem humilde e simples prestadora de serviço de limpeza da rodoviária, foi gravemente humilhada em seu ambiente de trabalho".

    Leia tudo sobre: indenizaçãoinjúriaracismosanta catarina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG