Câmara de Campinas-SP aprova veto a celular em banco

Objetivo é evitar que criminoso ligue para comparsa e informe sobre quais clientes sacaram dinheiro

AE |

selo

A Câmara Municipal de Campinas (SP) aprovou, em segunda discussão, na noite de segunda-feira, projeto de lei que proíbe o uso de telefones celular em agências bancárias do município. A proposta do vereador Luis Yabiku (PDT) busca inibir o crime conhecido como "saidinha de banco", quando o assaltante age quando o cliente deixa o estabelecimento.

Normalmente, um bandido observa a movimentação no banco e depois liga e informa o comparsa que está na rua sobre quais clientes sacaram dinheiro. O projeto segue agora para a sanção do prefeito Hélio de Oliveira Santos.

De acordo com o projeto, quem não obedecer à lei estará sujeito a apreensão do equipamento, que será confiscado pelo responsável do banco e devolvido somente na saída do local. Em caso de insistência, o estabelecimento financeiro poderá solicitar apoio policial.

    Leia tudo sobre: câmaraprojetobanco

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG