O terminal deveria ser inaugurado em 20 de dezembro; dois funcionários da obra ficaram levemente feridos

Movimentação no novo terminal do aeroporto onde teto caiu
AE
Movimentação no novo terminal do aeroporto onde teto caiu
O teto do novo terminal de passageiros do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, o "puxadinho de Cumbica", despencou por volta das 14h desta sexta-feira.  A obra, contratada em regime de emergência pela Infraero, é executada pela empreiteira Delta Construções. O Tribunal de Contas da União questionou capacidade de construtora para a obra .

Nesta sexta-feira, a Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero) anunciou que reduzirá a distância entre aeronaves de 10 milhas para 5 milhas para atenuar possível caos aéreo .

Segundo a Delta, parte da estrutura auxiliar de sustentação dos dutos de ar condicionado cedeu na obra do novo terminal. Ainda de acordo com a empresa, dois funcionários da obra ficaram levemente feridos com escoriações e foram atendidos pela equipe médica do aeroporto e pelo Corpo de Bombeiros no local. Eles já foram liberados.

Conheça: Os dez aeroportos mais odiados do mundo

A  Delta, responsável pela obra, não sabe o que provocou o acidente, e avalia se a inauguração do terminal, prevista para o dia 20 de dezembro, será mantida. Na próxima semana, a empresa informará se haverá ou não adiamento do cronograma da obra.

A obra do terminal remoto está orçada em R$ 85,7 milhões e a empresa Delta foi contratada sem licitação. Por isso, a obra chegou a ser suspensa pela Justiça Federal em setembro. A construção do terminal está incluída na segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), do governo federal, que prevê a ampliação dos aeroportos brasileiros para os grandes eventos esportivos dos próximos anos, principalmente a Copa do Mundo de 2014.

Melhor aeroporto do Brasil: 121º no ranking mundial

Quando pronto, o terminal remoto permitirá a ampliação da capacidade de atendimento do Aeroporto Internacional de Guarulhos, o maior e mais movimentado do País, dos atuais 20,5 milhões de passageiros por ano para 26 milhões. O terminal está sendo construído na área de um hangar de cargas desativado da falida Vasp, com 12,2 mil metros quadrados.

Obra do novo terminal do aeroporto em Guarulhos
AE
Obra do novo terminal do aeroporto em Guarulhos


 * com Valor Online e Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.