Cadela tem mandíbula 'esfarelada' após ser espancada em São Paulo

A filhote Laica, de seis meses, foi agredida pelo próprio dono e resgatada pela mãe do agressor em Tanabi, no interior do Estado

iG São Paulo |

A cadela Laica, uma filhote de seis meses mestiça com a raça boxer, teve a mandíbula destruída pelo próprio dono, um jovem de 18 anos, na cidade de Tanabi, a 481 quilômetros da capital paulista. De acordo com a presidenta da Associação de Proteção dos Animais de Tanabi (Apata), Fábia Mazza, Laica foi salva pela mãe do rapaz, que testemunhou a agressão.

Leia também: Cão enterrado vivo melhora e tem 17 pretendentes a dono

"A mãe do dono disse que ele começou a espancar a cachorra. Ela pedia para ele parar e não parava. Então, ela chamou a polícia", contou. Uma das voluntárias da Apata avisou a Associação, que agora está cuidando do animal. "O rapaz foi levado para a delegacia. O que ele fez é crime", afirma Fábia.

Laica passou por uma cirurgua ontem, mas não foi possível reconstituir a mandíbula. "Não teve reconstituição da mandíbula porque o osso está esfarelado. Ela vai ser levada a outro hospital, bem equipado, e vão tentar restaurar a mandíbula", diz.

Segundo a presidenta da Associação, ainda não há pedido de adoção. "Provavelmente a cachorra vai ter de ser alimentada na boca, pelo menos no começo. Não vai ser qualquer um que vai poder adotar", adianta.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG