Bandidos matam empregada e sequestram casal em Piracicaba

A empregada teve o rosto coberto com um saco plástico e morreu asfixiada

AE |

selo

Um casal de produtores de cana-de-açúcar foi sequestrado, por volta das 12 horas de ontem, após presenciar os últimos momentos de vida da empregada, na Vila Rezende, bairro de classe média alta de Piracicaba, no interior de São Paulo.

Claudio Meneghetti, de 56 anos, e a mulher, Lilian Maria Simioni Meneghetti, 57, continuam desaparecidos. Antes de deixarem a residência, localizada na altura do nº 55 da Travessa Maria Maniero, os bandidos amarraram pés e mãos de Susana Aparecida Parente Felippe, 57 anos, empregada da família, e cobriram o rosto dela com um saco plástico. Susana, segundo a polícia, morreu asfixiada.

Na fuga, os sequestradores, após separarem eletrodomésticos e dinheiro, usaram a picape do casal. Com os cartões bancários das vítimas, os bandidos conseguiram realizar dois saques de R$ 1 mil antes da polícia solicitar o desbloqueio. As fitas com imagens do circuito interno de TV da casa também foram roubada pelos criminosos. Agentes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Piracicaba investigam o caso.

    Leia tudo sobre: crimepiracicaba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG