Bairro de Mauá (SP) fica mais de 30h sem energia

Moradores do Jardim Zaíra 2, em Mauá, Grande ABC, atearam fogo em móveis como protesto pela demora no restabelecimento de energia

AE |

selo

Um grupo de moradores do Jardim Zaíra 2, em Mauá, na Grande São Paulo, ateou fogo em móveis velhos, madeira e pneus na noite de quarta-feira, em protesto contra a falta de energia elétrica nas casas e comércios da Avenida Vitório Brizante.

Até então, a região estava sem luz há mais de 30h, desde o temporal de terça-feira, e eles afirmaram que estavam sendo ignorados pela AES Eletropaulo, concessionária de energia que atende a acidade.

"Perdi tudo que tinha na geladeira, carne, leite da criança. Saí para o trabalho de manhã e quando voltei, à noite, ainda estava sem luz", disse Alziro Delfin de Souza, 46 anos, motorista de empilhadeira. Segundo os moradores, a Eletropaulo já prometeu três horários distintos para religar a luz, o que ainda não ocorreu. "Não queremos confusão, apenas que liguem a energia. Quando a gente não paga a conta eles cortam rapidinho", reclamou.

Os bombeiros foram acionados e apagaram as fogueiras armadas no meio de rua. Durante a madrugada de hoje, policiais militares da 4ª Companhia do 30º Batalhão Metropolitano acompanharam a movimentação dos moradores. A Eletropaulo foi procurada, na manhã desta quinta-feira, e disse que a energia elétrica na avenida Vitório Brizante havia sido restabelecida, mas até a publicação da reportagem, não informou o horário, nem o motivo da demora em normalizar o serviço.

*Com informações do iG São Paulo

    Leia tudo sobre: luzenergia elétricaeletropaulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG