Autor de tiro que matou jovem em estacionamento se apresenta

Manobrista chegou a socorrer adolescente após disparo em estacionamento da capital paulista, mas depois fugiu

iG São Paulo |

nullO manobrista Giovânio Pinheiro dos Santos autor do tiro que matou o adolescente Fabrício Gonçalves de Oliveira, de 15 anos, na tarde da última terça-feira, em um estacionamento da zona sul de São Paulo, se apresentou à polícia nesta quinta-feira.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), Santos se entregou no 27º Distrito Policial da cidade, no Campo Belo, onde foi ouvido e indiciado por homicídio culposo - quando não há intenção de matar. Ele foi liberado em seguida e deve responder ao processo em liberdade.

Santos, segundo a polícia, levou uma garrucha calibre 22 ao trabalho para mostrar aos amigos no estacionamento localizado na Praça Nossa Senhora Aparecida, em Moema. Oliveira visitava o avô, amigo de Santos, que trabalha no local, e enquanto observava a arma nas mãos de Santos, ela disparou.

O manobrista chegou a socorrer o adolescente ao Hospital Alvorada, mas, ferido no coração e estômago, ele morreu assim que deu entrada no pronto socorro. Depois do de ter socorrido a vítima, conforme a PM, o manobrista voltou ao local, escondeu a garrucha no subsolo do estacionamento e fugiu.

    Leia tudo sobre: disparo acidentalmorteestacionamentoadolescente

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG