Aulas em colégio onde menino foi morto voltam na terça-feira

Colégio Adventista de Embu (SP) diz que está à disposição da família da vítima para assistência psicológica e socioeconômica

iG São Paulo |

O Cólegio Adventista de Embu, na Grande São Paulo, onde o estudante Miguel Cestari Ricci dos Santos, de 9 anos, foi morto na última quarta-feira, informou, por meio de nota, que as aulas serão retomadas na terça-feira e não na sgeunda-feira, como inicialmente estava previsto.

O colédio diz que está "facilitando ao máximo a elucidação dos fatos". "Todos os professores e demais funcionários que têm sido solicitados a prestar depoimento têm contribuído de modo voluntário para o sucesso das investigações. Além disso, todas as informações recebidas são imediatamente repassadas à polícia. Não é só. O prédio escolar tem sido deixado à disposição da perícia para as análises necessárias", afirma nota da escola enviada à imprensa.

A escola diz, que além de atendimento psicológico e socioeconômico aos pais da vítima, disponibilizará atendimento psicológico aos demais alunos.

"Em virtude da perplexidade do ocorrido, entendemos a missão dos veículos de comunicação em colaborar no esclarecimento dos fatos, mas preferimos esperar o trabalho das autoridades, porque informações prematuras podem transformar vítimas da violência urbana em agentes da própria violência", afirma a nota.

Familiares do garoto acusam a escola de negligência. "Eles (escola) querem abafar o caso", considerou Daniello Passos, tia materna da criança, que acrescentou estar inconsolável. "O sentimento é de revolta. Eles (escola) ainda não falaram, talvez porque não querem ou porque não podem”.

Rosa Ricci, outra tia de Miguel, também considera que o colégio não socorreu o sobrindo da forma mais adequada. O estudante foi levado pelo diretor da Escola ao Family Hospital que em Taboão da Serra, que é onde a escola mantém convênio. “Foi negligência do colégio”, disse ela, acrescentando que "a família não quer vingança, mas justiça".

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG