Ato ecumênico relembra massacre do Carandiru

Manifestação foi feita no parque da Juventude em dia que massacre completa 19 anos. Na ocasião, 111 presos foram mortos em ação policial

iG São Paulo |

O massacre do Carandiru, no qual 111 presos morreram depois da ação policial dentro do presídio, completa 19 anos neste domingo. Um ato ecumênico foi realizado no parque da Juventude, zona norte de São Paulo, em memória às vítimas.

AE
Ato ecumênico em parque da Juventude relembra os 19 anos do massacre do Carandiru

A manifestação foi organizada e divulgada pela “Sociedade Mães de Maio” em parceria com a Pastoral Carcerária e outros movimentos de direitos humanos, compostos por muitos parentes das vítimas.

O massacre ocorreu em 1992, mas só em 2010, 116 policiais militares foram acusados de envolvimento na morte dos presos. Na época, 84 foram acusados de homicídios qualificados e os outros 32 de causar lesões corporais nos detentos do Pavilhão 9 da antiga Casa de Detenção. Ainda em 2010 foi divulgado que os crimes atribuídos a esses últimos policiais prescreveram - o que significa que eles não podem mais ser punidos pela Justiça.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG