Assalto deixa um morto e dois feridos em Sumaré, SP

Ao menos cinco homens invadiram empresa, após um deles entrar pelos fundos e render ao menos dez funcionários

AE |

selo

Um homem morreu e dois ficaram feridos durante assalto a tecelagem em Sumaré, interior de São Paulo, ontem à noite. Houve troca de tiros entre a Guarda Municipal e os suspeitos.

Segundo testemunhas informaram à polícia, ao menos cinco homens invadiram a empresa localizada no Centro de Sumaré por volta de 22h20, após um deles entrar pelos fundos, render um caldeirista e fazer ao menos outros dez funcionários reféns na sequência.

Segundo informou a Polícia Civil, um funcionário percebeu a movimentação, foi para o banheiro e ligou para a Guarda Municipal, que chegou ao local e foi recebida a tiros pelos suspeitos. Os guardas também atiraram.

Durante o tiroteio, o operador de máquinas Adão Benedito Sinquini, de 62 anos, foi atingido por um tiro de espingarda calibre .12 e morreu no local. Segundo informou a Guarda Municipal, por meio de assessoria de imprensa da Prefeitura de Sumaré, os homens da corporação não usaram armas desse calibre durante o confronto. Segundo informou a polícia, o tiro que matou o funcionário saiu da arma de um dos integrantes do grupo de assaltantes.

Outro funcionário foi ferido a tiros e levado para o Hospital Estadual de Sumaré. A polícia não soube informar se os tiros foram de revólver ou de pistola. Um revólver calibre .38, uma pistola de ar comprimido e dois celulares foram apreendidos no local do tiroteio.

Fábio Aparecido da Silva, 27 anos, morador de Sumaré e com passagens pela polícia por furto e roubo também foi atingido. Ele estava entre os suspeitos. Teve alta nesta sexta-feira e foi levado para o Centro de Detenção Provisória de Americana.

    Leia tudo sobre: tiroteiosumará

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG