Após revelar abusos, filhos se mudam de cidade e vão a psicólogo

Psicólogo manda que a estudante de Direito e menino de 9 anos se afastem do caso. Eles dizem ter sido abusados pelo pai

Kelli Franco, especial para o iG |

O psicólogo dos dois filhos de Sandro Fernandes, de 45 anos, e Fernanda Fernandes, de 40, aconselhou os dois a se afastarem do caso envolvendo os pais. A jovem, uma estudante de direito de 19 anos, e o irmão de apenas 9 viajaram para Curitiba, na última terça-feira, e lá fazem acompanhamento psicológico. Eles estão sob os cuidados de uma outra tia, que vive na cidade, e está com a guarda provisória do menino.

Entenda o caso: Referência na cidade, advogado é acusado de abuso sexual

 “Estamos chocados”, disse a tia sobre a prisão dos acusados. “As crianças [filhos do casal] estão aliviadas porque não vão mais passar por isso [ abusos ], ao mesmo tempo é esquisito não ter mais pai, mãe e avós”. A filha de Sandro e Fernanda ficou chocada com as declarações de alguns familiares em favor do casal, diz a tia.

Sandro é acusado de ter abusado sexualmente da filha, do filho, de uma cunhada de 18 anos e de uma sobrinha de apenas 14 anos . Todos os abusos teriam sido cometidos quando as supostas vítimas eram menores. Fernanda é acusada de ser coautora dos crimes, uma vez que teria conhecimento dos casos e nada fez.

O casal nega todas as acusações e o advogado deles afirmou que a denúncia é motivada por dinheiro . Fernanda e Sandro foram presos na sexta-feira, logo após os depoimentos.

Nesta quarta-feira, foi adiado mais uma vez o pedido de revogação da prisão preventiva dos acusados , feito pela defesa do casal Fernandes. Na terça, novos documentos foram anexados ao pedido que voltou para a promotoria e, até quarta à noite, não havia sido enviado novamente ao juiz Jaime Ferreira Menino, da segunda Vara Criminal de Bauru, que vai julgar o pedido.

Fernanda está presa na Cadeia Feminina de Avaí, separada das outras presas e sem banho de sol para evitar tumulto. Sandro segue preso na Cadeia Pública de Barra Bonita, a única da região de Bauru que recebe presos acusados de crimes sexuais.

Na noite de quarta, um dos advogados do casal Fernandes, Helio Marcos Pereira Júnior, afirmou que está convencido que hoje sairá a decisão sobre a revogação da prisão preventiva dos dois. Ele também se mostrou confiante quanto à soltura dos clientes.“Nos termos legais, não há mais motivo para as prisões deles”, disse.

Wilian Olivato / Futura Press
A mulher de Sandro, Fernanda Fernandes

Helio ressaltou que o inquérito já foi encerrado pela delegada Priscila Bianchini de Assunção Alferes da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) e que, portanto, não há provas a serem colhidas. Ele disse ainda que os clientes nunca estiveram foragidos e devem responder o processo em liberdade.

A delegada Priscila já afirmou ter convicção na culpa tanto de Sandro quanto de Fernanda e, por isso, indiciou os dois acusados . “Os relatos das vítimas são harmônicos”, explica a delegada. Ela também voltou a afirmar que há provas testemunhais e materiais dos crimes.

    Leia tudo sobre: violência contra a mulherabuso sexualbauru

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG