Após quase 4h, São Paulo deixa estado de atenção

Capital paulista ainda apresenta 21 pontos de alagamento, dois são considerados intransitáveis nos bairros Sé e Butantã

iG São Paulo |

AE
Termômetro registra 16ºC no centro de São Paulo nesta quarta-feira
Chuvas atingem São Paulo desde a madrugada desta quarta-feira, devido a uma virada de tempo nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CEG), toda a capital paulista ficou em estado de atenção das 6h às 9h30. Ainda segundo o órgão, às 13h20, a cidade apresentava 21 pontos de alagamento e dois pontos considerados intransitáveis na região da Sé e Butantã.

Uma frente fria continua atuando na cidade e provocando chuvas de intensidade moderada com pontos fortes nas zonas sudeste, leste e centro, principalmente nos bairros da Vila Prudente, Mooca, São Mateus, Iguatemi, Ipiranga, Vila Mariana, Bela Vista e Sé. Nos demais bairros, a chuva é moderada com pontos fracos.

Trânsito

De acordo com a Companhia de Engenharia e Tráfego (CET), até o horário, São Paulo já registrava um índices mais tranquilos de congestionamento, com 28km. Segundo o indicador do iG , a capital apresenta 250km e o trânsito é considerado médio. Nesta manhã, às 9h30, a CET registrou o pior índice de congestionamento o de 126km - número considerado acima da média para o horário. As regiões com os piores índices foram zona sul e oeste, com 39 e 37km de lentidão. 

Vias com altos índices de congestionamento, no horário: Radial Leste, sentido centro, entre as ruas Pires do Rio e Divinolândia, o motorista encontrava mais de 8km de morosidade; Marginal Tietê apresentava diversos pontos de parada, havia lentidão de 8,1km no sentido Castello Branco, na região do Tatuapé e Freguesia do Ó; Marginal Pinheiros também apresentava situação complicada, sentido Castello, entre as pontes Cidade Jardim e Jaguaré - congestionamento de 9,3 km.

Futura Press
Região da Radial Leste com trânsito congestionado nesta manhã em São Paulo

Alagamentos

Já os locais mais afetados pelos alagamentos eram as marginais do Tietê e do Pinheiros. Na Marginal do Tietê, havia pontos alagados em dois trechos perto da Ponte da Freguesia do Ó, sentido Castelo, na pista local, e na pista central, próximo à Ponte da Vila Guilherme, sentido Castelo. Outros trechos alagados estavam perto da Ponte Cruzeiro do Sul, sentido Lapa, e na Rua dos Italianos, sentido Penha. Outro ponto alagado estava na transposição entre a pista local para a central, sentido Castelo Branco, ao lado da Ponte Julio de Mesquita Neto.

Os alagamentos também estavam em dois pontos da pista expressa da Marginal do Pinheiros, sentido Interlagos, perto da Rua Picuí e próximo à Ponte Estaiada. Em Santana, estavam alagadas as ruas Rua Darzan, próximo à Avenida Cruzeiro do Sul, a Rua Alferes Guimarães, próximo à Avenida Cruzeiro do Sul. Na Freguesia do Ó, a Avenida Inajar de Souza apresentava um trecho alagado perto da Avenida Itaberaba, sentido Lapa.

A Avenida Brasil registra alagamento no sentido Ibirapuera, perto da Rua Panamá, e a Rua Joaquim Floriano estava alagada próximo à Rua Manuel Guedes. A Avenida Cidade Jardim estava alagada no sentido Centro, perto da Rua Brigadeiro Haroldo Veloso.

Semáforos apagados

Às 13h, capital paulista tinha sete semáforos apagados e outros dez em amarelo piscante. Entre os apagados estão os semáforos localizados na Avenida Carlos Caldeira Filho, com a Rua Miguel da Silva; Avenida Professor Abraão de Morais, junto da Rua Gal. Chagas Santos; Avenida Aricanduva, perto da Rua Baquia; Avenida São João, próximo da Rua vitória; Rua da Consolação, com a Radial Leste e Avenida do Estado, no cruzamento com a Avenida Mercúrio.

*com AE

    Leia tudo sobre: são paulochuvatrânsitoalagamentos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG