Após estado de atenção por seca, São Paulo decreta atenção por chuva

Capital paulista registrou menos de 30% de umidade relativa do ar no início da tarde, mas tempo 'virou' e forte chuva atingiu a cidade

iG São Paulo |

Após entrar em estado de atenção por conta da baixa umidade do ar, a cidade de São Paulo teve pontos em estado de atenção devido a chuva que atinge a região metropolitana da cidade. As zonas oeste, centro, norte e sudeste da capital, além das regiões das marginais Pinheiros e Tietê, ficaram em estado de atenção até 18h30, informou o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura. Foram registrados pelo menos onze pontos de alagamento na cidade, entre eles a avenida Rebouças, a Marginal Pinheiros, a Praça Marrey Júnior, na zona oeste. A avenida 23 de Maio, na região sudeste, ficou intransitável, no sentido aeroporto.

Willians Queiroz / Futura Press
Após dia de muito calor, paulistanos foram surpreendidos por forta chuva

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), às 18h05, a cidade tinha 101 quilômetros de lentidão, índice acima da média para o horário. Foi registrada uma queda de árvore na Rua Sena Madureira, sentido Ibirapuera, junto ao Largo Sen. Raul Cardoso, na zona sul. Duas faixas estão bloqueadas no local.

Há pelo menos 17 semáforos apagados na cidade, sendo que alguns se localizam em avenidas importantes das zonas sul e oeste da cidade, como Avenida Brasil, Avenida Paulista, Rebouças, Cidade Jardim e Brigadeiro Faria LIma.

Por volta das 12h, a Defesa Civil decretou estado de atenção por causa da baixa umidade do ar em São Paulo, quando o índice estava em 29%. Porém o tempo 'virou' no meio da tarde e uma forte chuva começou quando a cidade ainda tinha sol e calor.

Segundo o CGE, áreas de instabilidade ocasionada pelo calor e pela brisa marítima provocam pancadas de chuva em diversos pontos da capital. De acordo com imagens de radar, chove moderado com pontos fortes em praticamente toda a zona oeste, região central e parte da zona sul, principalmente entre os bairros de Campo Limpo e Santo Amaro.

Na Grande São Paulo, a precipitação é forte em Itapecerica da Serra e Taboão da Serra. O CGE informou que houve relato de granizo entre a av. Brigadeiro Faria Lima e a rua dos Pinheiros, por volta das 17h15. Segundo os meteorologistas do CGE, as chuvas persistem na próxima hora, perdendo intensidade gradualmente.

Para a quarta-feira, a previsão é de mais sol brilha forte e calor, com temperaturas acima dos 30ºC e baixos índices de umidade relativa nas horas mais quentes do dia. Com a entrada da brisa marítima, são previstas pancadas rápidas de chuva no fim da tarde.

Na quinta-feira, o sol aparece entre nuvens pela manhã e as temperaturas já não sobem tanto quanto nos últimos dias. A máxima fica próxima dos 30ºC, mas a sensação ainda será de tempo abafado. Entre o fim da tarde e o início da noite, áreas de instabilidade formadas pelo calor e associadas a aproximação de uma frente fria começa a mudar o tempo na Grande São Paulo. As pancadas de chuva ocorrem com intensidade moderada, por vezes forte em alguns bairros da capital, bem cidades vizinhas da Grande São Paulo.

As simulações mais recentes dos modelos de previsão indicam mudança no padrão atmosférico neste final de semana. São esperadas chuvas generalizadas e declínio das temperaturas, amenizando o forte calor dos últimos dias. As mínimas ficam em torno dos 18ºC, enquanto que as máximas não ultrapassam os 24ºC.

    Leia tudo sobre: estado de atençãochuvasão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG