Após coma alcoólico, criança é liberada de hospital

Pais do menino, que negam ter dado bebida ao filho, foram detidos em flagrante e serão ouvidos ainda hoje pela polícia

AE |

selo

O menino de dois anos que foi internado em coma alcoólico no domingo na Santa Casa de Sertãozinho, no interior de São Paulo, teve alta na manhã de hoje. Os avós maternos foram buscar o menor no hospital. Eles têm a tutela da criança.

O garoto foi levado ao hospital por uma prima, que alegou que a criança teria sido atropelada. Após uma tomografia, a hipótese de atropelamento foi descartada. Segundo o hospital, o menino chegou inconsciente e apresentava forte cheiro de álcool no hálito. Após medicação, o menino acordou e foi transferido da unidade de emergência para a ala de pediatria da Santa Casa.

AE
Criança de 2 anos deixa hospital após se recuperar de coma alcoólico
De acordo com o delegado Plaucio Fernandes, os pais do menino, que negam ter dado bebida ao filho, foram detidos em flagrante e serão ouvidos ainda hoje. Uma amostra de sangue foi recolhida e encaminhada para o Instituto Médico-Legal (IML) de Ribeirão Preto (SP), a fim de se confirmar a alta dosagem alcoólica no garoto.

"Fizemos vistoria na casa e encontramos uma garrafa de pinga ainda com cheiro de álcool, o que mostra que o uso foi recente", explicou o policial. "Eles sabiam que isso iria acontecer e permitiram. Vizinhos disseram que viram os outros quatro filhos do casal bebendo em outras ocasiões." Segundo o delegado, testemunhas já foram ouvidas e foi concluído que os pais permitiam essa situação.

O casal vai responder pelo crime descrito em um artigo do Estatuto da Criança e Adolescente, sobre a entrega para um menor de substância que causa dependência física ou psíquica. Os outros quatro filhos foram recolhidas pelo Conselho Tutelar e foram entregues a uma avó.

    Leia tudo sobre: coma alcoólicocriançacrime

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG