Após chuva, SP tem o 2º maior congestionamento do ano

Motorista enfrentou 221 km de vias congestionadas às 19h. Chuva deixou parte da cidade em atenção e provocou queda de energia

iG São Paulo |

A cidade de São Paulo registrou, às 19h desta segunda-feira, o segundo maior congestionamento do ano, com 216 km de vias paradas. Segundo dados da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o recorde de lentidão foi alcançado no dia 8 de outubro, no mesmo horário, com a marca de 221 km.

Conforme a CET, o alto índice de lentidão foi causado pela forte chuva, que deixou a zona sul e a região da Marginal Pinheiros em estado de atenção por cerca de três horas durante a tarde. 

Além da chuva, o desligamento de um transformador na subestação Pirituba da Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (CTEEP) deixou pelo menos 11 semáforos apagados, prejudicando o trânsito em várias avenidas das zonas norte e oeste da capital paulista.

Ás 20h08, a CET ainda registrava 128 km de congestionamento, índice acima da média. Somente a pista expressa da Marginal Tietê, no sentido Ayrton Senna, concentra 10,1 km de lentidão, desde a ponte Júlio de Mesquita Neto até a ponte do Tatuapé. Outro ponto bastante complicado é a Marginal Pinheiros, sentido Castello Branco, da ponte Nova Morumbi até a ponte Cidade Universitária, com 7,5 km.

Transportes

A chuva que atinge a cidade de São Paulo não causa somente transtornos aos motoristas. Segundo a Companhia do Metropolitano (Metrô), às 17h42 houve interrupção do fornecimento de energia elétrica por parte da Eletropaulo, provocando a paralisação momentânea da circulação de trens na Linha 2-Verde, entre Vila Madalena e Ana Rosa, e da Linha 3-Vermelha, entre Barra Funda e Marechal Deodoro.

A energia elétrica foi restabelecida minutos depois, segundo o Metrô, e a operação foi normalizada. A Linha 2-Verde ficou com a circulação paralisada por 3 minutos e a Linha Vermelha sofreu paralisação por 6 minutos.

Por conta do mau tempo, as operações de pouso e decolagem do Aeroporto de Congonhas, na zona sul, também foram interrompidas por 14 minutos, das 16h23 às 16h37. Segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), apesar do fechamento, não foi registrado nenhum voo alternado para outro aeroporto.

*Com informações da Agência Estado

    Leia tudo sobre: trânsitocongestionamentochuva

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG