Após chuva, situação se normaliza em São Paulo, diz CGE

Previsão do tempo para a cidade é de sol pela manhã e pancadas de chuva durante a noite. Nuvens se descolcam da capital

iG São Paulo |

Embora a chuva da madrugada de quarta-feira não tenha sido tão forte quanto a da anterior, a cidade de São Paulo chegou a ter 16 pontos de alagamento. No entanto, por volta das 10h20, a cidade não registrava mais nenhum ponto de alagamento, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). O último ponto estava localizado na rua Newton Prado, no bairro do Bom Retiro, na zona norte da capital, mas não provoca reflexos no trânsito.

null A chuva se desloca, nesta manhã, para as cidade de Mogi e Suzano,na região leste da Grande São Paulo. Ainda assim, o CGE prevê novas pancadas de chuva no fim do dia, com possibilidade de alagamentos. A previsão é de máxima de 30º e mínima de 20º na capital paulista nesta quarta-feira.

O rodízio de veículos, que foi suspenso ontem, está mantido para os carros com placas de final 5 e 6.

Transportes

A chuva que atingiu a cidade de São Paulo causa interrupção na circulação de trens no trecho entre as estações Caieiras e Franco da Rocha (Grande SP), da linha 7 - Rubi - (Luz - Francisco Morato), da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

A companhia acionou o Plano de Auxílio entre as Empresas em Situação de Emergência (Paese), com transporte gratuito por ônibus, para completar a viagem de quem necessita passar pelo trecho inoperante.

Ainda na manhã desta quarta-feira, uma falha elétrica na Linha Rosa/Coral (Luz-Guaianazes) afeta a circulação dos trens, que operam com maior tempo de parada. Por volta das 10h20, os técnicos da CPTM trabalhavam para a correção do problema.

Conforme solicitação da CPTM, a São Paulo Transportes (SPTrans) remanejou para o Metrô Itaquera o embarque e desembarque dos usuários de oito linhas de ônibus que atendem a Estação Guaianazes. De acordo com a CPTM, todas as outras linhas operam normalmente.

Terça-feira

A forte chuva que atingiu o Estado de São Paulo entre a madrugada de terça-feira e a manhã desta terça deixou pelo menos 13 mortos , segundo as últimas informações do Corpo de Bombeiros. Em menos de 24h, o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) afirma que a capital paulista foi atingida por 68,8mm de chuva, o equivalente a 29% do esperado para janeiro. Se considerado desde o início do ano, o acumulado representa 93% do previsto.

*Com informações da Agência Estado

    Leia tudo sobre: CPTMfalhaalagamentoproblemas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG