Após 45 dias sem chuva, Sorocaba usa água reserva

Cidade ligou as bombas do sistema de captação de represa para manter o nível dos reservatórios que abastecem o município

AE |

selo

A falta de chuvas completou 45 dias neste domingo na região de Sorocaba (SP), e o risco de faltar água aumentou. O Serviço Autônomo de Água e Esgotos de Sorocaba (Saae) foi obrigado a ligar as bombas do sistema de captação da represa de Ipaneminha para manter o nível dos reservatórios que abastecem o município. 

A represa mantém uma reserva estratégica de água para as situações de emergência. Em razão do calor e do ar seco, o nível da represa Itupararanga, principal fonte de abastecimento da cidade, caiu. O consumo chegou a dobrar em horários de pico, em comparação com o ano passado. O Saae admitiu a possibilidade de faltar água nos bairros mais elevados se não ocorrerem chuvas.

Até a tarde de hoje, o Corpo de Bombeiros e a Patrulha Verde da prefeitura tinham apagado mais de 20 focos de queimadas em Sorocaba, a maioria na área urbana. As oito equipes estavam mobilizadas desde a manhã.

A fumaça prejudicou o trânsito nas avenidas Armando Pannunzio, Santa Cruz e Victor Andrews, e nas rodovias Raposo Tavares (km 94) e João Leme dos Santos. Em Votorantim, a Secretaria do Meio Ambiente lançou um apelo à população para que denuncie pessoas que estiverem ateando fogo em mato ou lixo. Quem for flagrado será levado a uma delegacia e autuado por crime ambiental.

    Leia tudo sobre: secaestiagemsorocaba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG