Desde o início da campanha, 1,9 milhão de idosos e 388,9 mil crianças foram imunizadas. Número de gestantes é de 157,6 mil

Apenas 28% das grávidas paulistas receberam a vacina contra a gripe. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, o fato de só 157,6 mil gestantes terem tomado a vacina indica que esse é o grupo com menor adesão na campanha, que começou no dia 25 de abril . “É importante que as gestantes compareçam aos postos de saúde. A vacina da gripe não tem nenhuma contraindicação para mulheres grávidas. Pelo contrário”, afirma Helena Sato, diretora de Imunização da Secretaria.

No mesmo período, 1,9 milhão de idosos e 388,9 mil crianças entre seis e 23 meses de vida foram imunizados, o que representa uma adesão de 41,7% e 43,1%, respectivamente. No total, 2,6 milhões de pessoas no Estado de São Paulo já receberam a vacina contra a gripe.

A campanha continua até o dia 13 de maio em todo o Estado e pretende imunizar 5,5 milhões de paulistas, o que corresponde a 80% dos 6,8 milhões de pessoas que fazem parte do público-alvo. Os postos de saúde funcionam durante a semana, das 8h às 17h e as salas de vacina do Instituto Pasteur (avenida Paulista, 393) e dos terminais rodoviários do Tietê e da Barra Funda mantêm plantões aos sábados e domingos, das 8h às 20h.

As doses da campanha sazonal também irão imunizar a população contra a gripe A H1N1, tipo que se disseminou pelo mundo na pandemia de 2009. “Lembramos que, durante a pandemia de gripe A H1N1 houve um índice preocupante de mortes entre as gestantes, e por isso elas foram incluídas no grupo prioritário da vacinação”, relembra Helena.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.