Angolano é preso por transporte de cocaína para facção

Ele foi preso em casa, em Ermelino Matarazzo, com 49 cápsulas de cocaína. Droga seria enviada para facção internacional

AE |

selo

O angolano Dadinho Mvumizango Ntama, de 38 anos, foi preso no sábado (4), em Ermelino Matarazzo, na zona leste de São Paulo, acusado de fazer o transporte internacional de cocaína para uma facção criminosa. Ele armazenava em sua casa 49 cápsulas contendo cocaína, que seriam engolidas para serem transportadas para a Europa.

Leia também: Espanhol é preso com quase 7 kg de cocaína em aeroporto no RS

O estrangeiro, que está no Brasil desde 2009, era investigado havia 30 dias pela 6ª Delegacia de Investigações sobre Facções Criminosas e Lavagem de Dinheiro do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). "A droga é fornecida por uma facção que está investindo no tráfico internacional", explicou o delegado Marcio Martins Mathias. 

Ntama foi preso ao sair de casa, na avenida João Batista de Oliveira. O angolano afirmou que seria responsável por engolir e transportar o entorpecente para a Europa. No local, também estavam guardadas tranças feitas de cabelos. "É uma nova tendência no transporte de drogas realizado por mulheres. A droga em colocada em tubos e depois dão forma a um penteado afro", explicou Martins Mathias.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG