Homens armados levaram R$ 221 mil da Casa das Alianças e R$ 30 mil da JK Alianças no último sábado

nullO delegado José Antônio do Nascimento, da delegacia de Repressão a Roubo de Joias, do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic), afirmou nesta segunda-feira acreditar que o roubo às duas joalherias do Santana Parque Shopping, na zona norte de São Paulo, no último sábado, tenha sido feito por amadores. Ele também disse que não acredita que o assalto tenha ligação com outros roubos recentes às joalherias, como a Tiffany e Rolex , do shopping Cidade Jardim.

“Eles saíram apressados, na correria. E são muito jovens”. O Deic divulgou as imagens das câmeras de segurança do shopping que mostram os suspeitos antes de depois do assalto. Pelo vídeo, é possível contar 10 homens, mas o delegado disse considerar que pelo menos 12 pessoas tenham participado do roubo. Veja também as  imagens dos criminosos antes de entrar em ação, no corredor do shopping e a correria entre frequentadores do shopping e a chegada dos vigilantes .

Imagem das câmeras de segurança mostra um dos assaltantes com a arma na mão no momento dos disparos no shopping
Futura Press
Imagem das câmeras de segurança mostra um dos assaltantes com a arma na mão no momento dos disparos no shopping
O tempo foi suficiente para que levassem R$ 221 mil da Casa das Alianças e R$ 30 mil da JK Alianças. O valor inclui joias e dinheiro dos caixas. As lojas estão localizadas no mesmo piso do shopping, próxima uma da outra, o que permitiu que o assalto fosse simultâneo.

Durante a ação, o segurança Alex Pinto, de 24 anos, foi baleado na cabeça e está internado em estado gravíssimo no Hospital do Mandaqui . Outro vigia teve cortes nas mãos e, segundo o delegado, relatou que se feriu com estilhaços de vidro. Ele foi medicado e liberado no mesmo dia.

A assessoria do shopping chegou a divulgar que um dos assaltantes também ficou ferido, mas a policia não confirma a informação. “Fizemos uma ronda em vários hospitais próximos logo em seguida e não havia ninguém que tivesse dado entrada ferido por projétil”, afirmou.

O delegado Nascimento disse que ainda não é possível saber quem atirou. “Espero os depoimentos dos funcionários do shopping para esclarecer se houve troca de tiros ou se foram disparos unilaterais”. Até o momento, ninguém foi preso, mas a polícia acredita que com a divulgação das imagens será mais fácil localizar os suspeitos.

Migração

Fachada do shopping, que foi invadido por assaltantes no sábado
AE
Fachada do shopping, que foi invadido por assaltantes no sábado
Desde o inicio do ano, conforme o Deic, onze joalherias localizadas dentro de shoppings e supermercados foram assaltadas em São Paulo. Para o delegado, este tipo de crime tem se tornado mais atrativo. “Não diria que é o crime da moda, mas tem sido uma migração. Temos uma média de um caso a cada 30 dias”, afirmou.

O fato dos seguranças de shopping andarem desarmados e os assaltantes poderem se misturar em meio aos clientes são alguns dos fatores que, segundo ele, explicariam o aumento. “A medida que se reprime um crime, com roubo a banco e de carga, eles tentam outro.”

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.